Quatro “truques” para escrever mais rápido

Escreva mais rápido (1)

Eu já passei por diversas situações em que tive que escrever em um curto período de tempo: entrevista de emprego, no trabalho, em vestibular. No início, não foi fácil desenvolver textos muito rápido. Gosto de pesquisar e pensar muito antes de escrever, mas não é possível fazer assim em todas as situações. Porém, tenho uma boa notícia. Com o tempo, você começa a pegar certos “truques” que te ajudam a ser mais ágil na escrita. Veja alguns deles abaixo:

Planeje o seu texto: Antes de começar sem rumo, pense sobre qual tópico vai abordar em cada parágrafo. Por exemplo, você tem que criar uma redação de 20 linhas sobre o tema educação. Pode fazer cinco parágrafos de quatro linhas, os quais podem ser separados da seguinte forma: introdução (iniciação ao tema), educação em casa (segundo parágrafo), educação para professores (terceiro parágrafo), educação on-line (quarto parágrafo) e conclusão (fechamento do seu texto com a ideia final). Após saber o que você tem que fazer, é só colocar a mão na massa e, acredite, essa é a parte mais rápida.

Não pare, caso não se lembre de algo: Você tem certeza que existe um dado que vai enriquecer muito o seu texto e te destacar em relação aos demais. Só tem um problema. Não lembra qual dado é esse. Deve parar e tentar lembrar? Claro que não. Continue e apenas anote em uma parte da folha o que gostaria de lembrar desse dado. Ao final, caso você tenha tempo, tente relembrar a informação. Acredite, isso vai te ajudar muito!

Revise só no final: Criar um texto é mais ou menos como uma explosão de ideias que aparecem e desaparecem o tempo inteiro. O risco de perder a linha de raciocínio é enorme, pois não controlamos a nossa mente o tempo inteiro. Já a revisão é um processo bem diferente que vai tirar você do foco da criação para o de ajuste. Logo, se estiver criando, faça até o fim. Ao final, revise tudo. Se possível, mais de uma vez. Essa fase também é muito importante. Na verdade, é essencial para a produção textual.

O título é o último a ser escolhido: Conheço muita gente que se apega tanto a escolha desse detalhe que se esquece completamente do prazo para terminar uma redação. Sim, existem títulos maravilhosos, mas eles não existiriam se não tivessem algo para nomear. Deixar para escolher esse item no final é muito melhor porque você já sabe exatamente do que sua produção se trata, ou seja, não vai ter o risco de entrar em contradição. Além disso, vai poupar um precioso tempo para o que mais importa: o próprio texto. Pode acontecer do título aparecer como “presente” enquanto escreve. Nesse caso, é só alegria, anote-o para se lembrar depois.

Precisa de um profissional para realizar revisões, produção de conteúdo ou consultoria de texto? Acesse aqui para mais informações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s